terça-feira, 28 de outubro de 2008

Don Diego no comando


Maradona é o novo técnico da Argentina. El Pibe substitui Alfio Basile, que entregou o cargo por conseguir a proeza de comandar uma campanha pior que a do Brasil de Dunga. Carlos Bilardo, o técnico da última seleção argentina campeã do mundo (a de 1986, quando Maradona fez o diabo em campo) será o coordenador técnico (porque alguém precisa minimamente entender alguma coisa de tática) e Sergio Batista, técnico da seleção olímpica medalha de ouro em Pequim e que também jogou na Copa de 86, deve compor a comissão técnica.
Geléia Geral deseja sorte ao Maradona na nova tarefa. Don Diego sempre se diferenciou da mediocridade geral dos jogadores de futebol, tanto dentro de campo (um gênio) quanto fora dele. Suas entrevistas são sempre divertidíssimas, seu raciocínio é rápido e seu senso de humor e inteligência são notáveis. Numa boa, estamos cagando e andando se o hermano baixinho cheirava toneladas de pó e bebia que nem gambá. O nariz é dele, ele não pediu pra ser exemplo pra ninguém e, cá pra nós, só fez lambanças que detonaram sua própria saúde. Me lembro de um comentário do Casagrande (outro jogador bom de papo e de inteligência acima da média, mas que também peca pelo descontrole do nariz) sobre ele: "Maradona pode ser tudo, menos burro. Se fosse burro, seria amigo do Fernando Henrique Cardoso, e não do Fidel Castro!"
Louvamos a iniciativa do Julio Grondona, presidente da AFA (Associação do Futebol Argentino). Afinal, já que é pra arriscar tudo com um ex-jogador sem experiência alguma como técnico, nada melhor do que jogar todas as fichas em alguém que pelo menos jogou bola pra cacete. Com certeza as entrevistas do Maradona após os jogos serão muito mais divertidas do que aquela montoeira de frases feitas, marra inexplicável e rabugice do Dunga. Que, por sinal, era um mala sem alça quando jogava bola e sempre fez apologia do futebol "de resultados" - aliás, um péssimo eufemismo pra armar retranca e escalar 11 imbecis sem talento.

2 comentários:

IAN disse...

Correção, o Maradona ja teve algumas passagens como tecnico antes de ir para Cuba em 2000. Se não me engano no próprio Boca... Mas nada realmente expressivo...
Ta hilário o Blog... Abraços...

Bernardo Cotrim disse...

Ian, vc tá certo. O Maradona começou como técnico de um time inútil que o nome eu não vou lembrar, passou pelo Racing, Newell's Old Boys e Boca Juniors, antes de se internar em Cuba.
Um abraço.